desprezo

PORQUE GOSTAMOS

DE QUEM NOS DESPREZA

A resposta para isso é algo realmente muito simples.

Gostamos de quem nos despreza porque somos idiotas.

É algo involuntário, inconsciente, vem da parte mais primitiva e também infantil do nosso ser. O ORGULHO.

Francamente, ninguém gosta de ser desprezado, porque você se esforça para ser alguém desejável, você passa horas na academia, faz dieta, abre mão daquele BurguerKing porque vai engordar, você fica tirando fotinho para postar no facebook, enfim você se promove e tudo para que?

Para no final de tudo, ser desprezado. Todo seu esforço foi em vão? Varias poses em frente ao espelho, e para que?

Essa infantilidade faz com que nos apeguemos a ideia de que precisamos “dar o troco” e, na nossa infantilidade não aceitamos sermos rejeitados. Então o que acontece? Você faz de tudo para chamar a atenção, até que por fim, você esquece e deixa de lado. Mas essa é uma chama fácil de acender, se a pessoa der qualquer sinal de interesse você está pronto para o combate.

Digamos que você consegue fazer ela voltar atrás e, fica com a mulher, passa um tempo com ela, percebe que não valia a pena, e acaba rejeitando ela.

Colocamos um ponto final no assunto, porque você não aceita ser desprezado, mas contando que você a despreze nunca mais pensara no assunto.

Pura vaidade e orgulho. Então se uma mulher o desprezou, esqueça, largue mão do orgulho, se fosse para dar certo teria dado certo. As vezes inventamos desculpas para mascarar esse desprezo, algumas pessoas afirmam: “Era a pessoa certa na hora errada.”

Se a pessoa era a certa, não importa se é madrugada ou o fim dos tempos, para a pessoa certa não existe hora errada.

O que você sente pela pessoa não é gostar, é uma obsessão. Seria o mesmo quando uma pessoa fala mal de você, quando alguém o confronta ou diz algo que não goste. Nesse caso podemos argumentar, temos a necessidade de dialogar, de mostrar que a pessoa esta errada.

O desprezo é uma ofensa sem palavras que não dá a chance de você se justificar, a obsessão do desejo de mostrar que você não é uma pessoa a ser desprezada.

Tente imaginar como seria, se a mulher que o desprezou desse uma chance a você. Você sairia com ela, conversaria, mostraria para ela todas as suas qualidades, até que por fim ela diz:

– É você tem razão, eu não devia ter desprezado você.

Pronto você ouviu o que queria.

Você responde: – Sério mesmo? Ótimo, agora sai da minha frente vadia que você não é tudo o que eu imaginava. (você pode dizer isso porque você venceu, seu orgulho não foi ferido)

Você não precisa disso, pare de alimentar o seu orgulho.

A melhor forma de enfrentar o desprezo de alguém, é levar uma vida em que a ausência dela já não faz mais diferença.

Se perguntar para qualquer homem, qual foi a mulher que ele nunca esqueceu, com certeza será uma mulher com quem ele se envolveu um tempo, e no final ela o rejeitou.

Temos tendência de valorizar o que nos feriu mais do que quem nos fez feliz.

Eu mesmo, se parar para pensar qual mulher eu gostaria de tentar novamente, ou a que eu me arrependo de não ter me envolvido mais, (Claro que seria a mulher que não era a mais bonita da época, a que era pegável, e passado um tempo acabou e ficando gostosa ou colocou silicone) obviamente seria alguém que acabou me rejeitando, e porque? Porque sou orgulhoso e preciso provar (praquem?) que não sou um homem a ser rejeitado.

O poder que o desprezo exerce sobre nós é grande, e pode gerar uma extrema obsessão. Seja esperto, aprenda a aceitar que certas coisas nos pertencem, e outras nunca valerão a pena relembrar.

Lembre-se que a pessoa certa não tem hora, supere seus traumas e não deixe seu passado influenciar o seu futuro.

“Tudo se pode suportar, exceto o desprezo.” – Voltaire

Gostou do texto?

Confira esse e muito mais em nossos livros.

001

 

 

J.F Rozza View more

J.F. Rozza – Empresário, Investidor, Educador Financeiro e escritor, formado na vida.
UA-40371773-1