CONTOS-DE-FADAS

CONTOS DE FADAS

HOMENS SÃO SIMPLES DE AGRADAR

O texto abaixo não busca rebaixar, nem generalizar as mulheres, quero apenas quebrar um pouco a exaustão do leitor de ler 250 páginas de puro ensinamento. De uma maneira descontraída, escrevi esta crônica para desmentir, de uma vez por todas, o famoso “Contos de Fadas”. Não existe essa de príncipe encantando: isso é ilusão. Pare de tentar ser um.

As mulheres devem entender que não precisamos e não queremos fórmulas “Hollywoodianas” de histórias de amor, não precisamos disso para sermos felizes, não precisamos viver de ilusão – nós, homens, somos práticos.

Aquela velha receita dos filmes românticos em que o homem encontra a mulher, apaixona-se perdidamente, então ele perde a mulher dos seus sonhos, alguma coisa acontece e eles se afastam. É sempre a mesma história, só mudam os atores. Tinha é que mudar os roteiristas, isso sim. Enfim, ele perde, mas acaba voltando a reencontrá-la só no final do filme. Às vezes, a mulher já está mais rodada que pratinho de microondas e ele a aceita de volta. Nós também não precisamos nos apaixonar por uma “vampira” ou ter uma amante “lobisomen” para provar que somos especiais, ou qualquer outra coisa que quiseram provar com esse filme que eu particularmente não entendi nada.

As mulheres deveriam perceber o seguinte: para nós, homens, basta o fato de que você querer estar comigo e eu querer estar com você. Esta é a única consideração de que precisamos para ficarmos juntos. Está resolvido, por favor, não complique exigindo juras de amor e demonstrações tolas de afeto. Nós sabemos que tudo isso terá o efeito inverso – você vai enjoar disso, então, aceite que eu sou prático e não sou o príncipe que você está esperando. Ainda acha que merece um príncipe? Pois nós também sonhamos com uma princesa virgem e linda.

Quando não der mais certo, vamos terminar, e não me venha com papo de ser amigo, porque não vou querer vê-la mais na minha frente de novo, melhor ainda se você fosse voluntária de uma expedição da NASA, e lhe dessem uma passagem só de ida para Marte – melhorando mais, se for para fora do mesmo sistema solar que estou. Quando isso acontecer, nós vamos achar outra mulher. Por favor, poupe-me dos seus escândalos e concentre-se na sua própria felicidade, felicidade essa que eu não ligarei à mínima se você encontrar. Você vai encontrar outro cara, obviamente, ele será inferior a mim e você deverá passar o resto dos seus dias lamentando o homem perfeito que você teve e perdeu.

Mulher consegue transformar o simples ato de cozinhar em um desafio, e o que era para ser uma simples refeição, vira uma competição e uma maratona. Tudo deve virar uma obra de arte. Se o seu prato fosse para ser bonito, eu pendurava ele na parede ao invés de comer. Nós não precisamos de muita frescura: a comida estando quente, a carne no ponto ou se o animal ainda estiver se debatendo, a gente come igual. Não se prenda aos detalhes, não perca tempo colocando um tempero especial, achando que eu vou perceber e fazer mil e um elogios. Provavelmente, eu não vou sentir gosto nenhum além do sal. Então, qualquer coisa que tiver para jantar estará perfeito.

Eu também não quero ajudar a lavar a louça imediatamente depois de comer, existe a ‘tradição milenar’, passada de pai para filho desde o início dos tempos, que cultivamos após o jantar. É ir sentar, assistir a um pouco de TV para descansar, tomar uma cerveja e fazer a digestão. Então, nem pense em pedir para eu secar a louça logo depois de comer. Já dizia minha mãe para eu não fazer nenhum esporte logo depois de comer porque ia dar uma indigestão daquelas.

Nós não somos desleixados com nós mesmos, não é porque precisamos só de um sabonete para tomar banho que esse fato não lhe dá o direito de falar que eu não cuido de mim mesmo. Eu não tenho frescuras. Na hora do banho, um sabonete basta, se não tiver shampoo, meu cabelo não vai cair por causa disso; se cair, eu uso um boné, de qualquer jeito o problema é meu e não seu. Não, eu não quero provar os seus três tipos de condicionadores e tantas outras parafernálias que você tem para que o seu cabelo acabe ficando do mesmo jeito sempre. Mas isso vale para as outras mulheres; certo, o seu cabelo está sempre brilhando, com vida e embora eu nunca perceba quando você corta, não quer dizer que eu não continue achando você bonita e que não vai rolar sexo hoje à noite. Hoje à noite vai rolar até mesmo se você estiver careca. Não quer transar porque está se sentindo feia e gorda? Está bem, sou um homem sensível, eu apago a luz para você ficar tranquila. Não serviu? Então deixa de ser preguiçosa e suba em uma esteira e fique magra. Você não vai perder 1 kg cada vez que falar que uma amiga sua está mais gorda que você; pare de fazer comparativos e vá emagrecer. Não é diminuindo alguém que você ficará mais bonita.

Entenda também que, se a minha camisa está amassada, e você reclamar dela, não vai fazer com que ela se passe sozinha. Eu vi que ela está amassada, e eu decidi usá-la assim mesmo, eu só estou indo ao mercado, eu não estou indo desfilar em nenhuma passarela.

Não pergunte com quantas mulheres eu já estive na cama, se, ao ouvir a resposta, ficará dois meses sem falar comigo. Eu não pergunto isso porque sei que, depois que eu peguei você de jeito, qualquer outra experiência sexual que você teve tornou-se irrelevante. Eu sei e você não precisa falar: eu sou melhor que todos os que você já teve.

Agora, se você quer ouvir uma fábula de amor, do ponto de vista masculino, eu irei contar:

“Era uma vez, um homem, não tão bonito quanto eu, mas ele se esforçava. Era um homem de sucesso, alcançou o ápice da sua vida profissional desde cedo, e aos trinta anos pode dedicar seu tempo a suas paixões, carros velozes, motos, futebol, mulheres, tudo o que ele mais gosta. Somente após os trinta anos ele pensa em compromisso sério e o universo acaba conspirando a favor dele.

Este é o sonho de todo homem, a maneira que ele conhece a sua mulher, pelo menos como ele deveria.

Ele está andando com a sua Ferrari, quando um animal selvagem cruza o seu caminho, era um indefeso leão e ele opta por desviar para não ferir o pobre animal, e acaba prejudicando sua viagem. O pneu furou e ele decide trocar ali mesmo. Tira o seu terno italiano, e fica sem camisa, mostrando seu corpo sarado que ele nem precisa malhar muito para conseguir, está na sua genética ser forte. Ao finalizar a troca do pneu, ele percebe que está parado em frente a um convento, e logo surpreende-se com a porta do convento se abrindo, e saindo pela porta a mulher mais linda que ele já viu, siliconada de nascença, colocando todas as outras no chinelo. Ela desistiu de ser freira e nada sabe do mundo lá fora, uma virgem e linda mulher.

Ela, ao avistar o homem, apaixona-se imediatamente por ele. Apesar de virgem, ela tinha uma sede por sexo e nunca deixava o seu homem com vontade, era safada só com ele e só para ele.

Eles casam, ela tem filho, mas milagrosamente seu corpo não muda e o melhor, ela fica ainda mais gostosa – vai entender esses milagres.

Passam-se os anos, e o homem acaba enjoando da mulher, não importa o quão gostosa ela seja, ele sempre vai enjoar, então ele sai de casa, acaba se envolvendo com outras mulheres, percebe que cometeu um engano e volta para casa, temendo que ela esteja com outro. Mas ela não está, ela esperou todos os dias o seu regresso e ele voltou para casa. Essas crises acontecem a cada cinco anos, mas ela o perdoa, porque a monogamia é algo difícil do homem manter.

E eles são felizes para sempre. Fim”

Achou muito ilusória minha história de amor?

Então, pare de achar que vivemos dentro de um livro, onde tudo é perfeito, se você não encontra o seu príncipe, nós também não conseguimos achar nossa virgem/safada. Mas nós não saímos por aí reclamando, gostamos do que temos e não precisamos de fantasias para sermos felizes.

Acha que está faltando homem que presta no mundo? Pois eu também queria encontrar uma mulher que não tivesse ido pra cama com mais homens do que a quantidade de dedos que eu tenho na mão.

Antes de reclamar que somos todos iguais, por favor, certifique-se de ser diferente, caso contrário será só mais uma pessoa medíocre que vive por apontar os erros dos outros sem perceber os próprios.

Do mesmo jeito que não encontraremos nossa virgem/safada, as mulheres não encontram seu vampiro bonzinho. Precisamos parar de viver dentro da TV, achando que nossa vida é um filmezinho e que tudo dará sempre certo.

Então, resumindo, eu só quero uma mulher normal ao meu lado, talvez uma cerveja ao final do dia, comida na mesa e um lugar para eu chamar de lar.

Toda e qualquer fantasia pode ser descartada, porque eu não vivo um mundo de sonhos, eu não falo do vizinho, se a sua irmã tem uma geladeira melhor que a sua, bom para ela. Nós devemos ser felizes com o que conquistamos, fruto do nosso próprio trabalho, se eu não posso ter o que os outros têm, eu não perco tempo sentindo inveja, eu trabalharei e terei orgulho do que conseguir conquistar.

Ainda acredita em contos de fadas? Ainda acha que deve ser um príncipe puro e que existe uma princesa esperando por você no final do arco-íris?

J.F Rozza

001

J.F Rozza View more

J.F. Rozza – Empresário, Investidor, Educador Financeiro e escritor, formado na vida.
UA-40371773-1